pexels-photomix-company-101808

Senhorio, locador, locatário… Entenda os termos ligados a aluguel

Se você mora ou pretende morar de aluguel, precisa conhecer os principais termos usados na negociação para não ficar “perdido” ou até mesmo aceitar algo que não queira.

Além de avaliar se o imóvel está nas condições que deseja, você também precisa prestar atenção no que foi estipulado em contrato a fim de entender quais são as obrigações do locador e do locatário.

Existem vários termos diferentes quando o assunto é locação de imóvel. Você sabe em qual desses termos você se enquadra?

  • Locador;
  • Locatário;
  • Fiador;
  • Caução;
  • Agente financeiro;
  • Arrendatário.

Não sabe responder? Então continue a leitura deste artigo até o final para entender de uma vez por todas o que significa os termos mais importantes quando o assunto é aluguel.

Locador ou senhorio

Locador ou senhorio são os termos utilizados para identificar a parte detentora do bem alugado. Ele pode ser representado por um grupo de pessoas – isso é muito comum em situações em que o imóvel pertence à família. Além disso, o locador pode ser uma pessoa jurídica (empresa).

É importante destacar que, se o locador ou senhorio for casado, o seu cônjuge também fará parte do contrato de aluguel.

Locatário ou inquilino

O locatário ou inquilino é quem vai alugar o imóvel – esse também pode ser tanto pessoa jurídica quanto física.

Essa pessoa precisa manter o imóvel em bom estado de conservação, preservando de avarias que podem danificar sua estrutura. No momento da devolução do imóvel ao locador, no final do contrato, o imóvel deve estar do mesmo jeito que lhe foi entregue.

Observe com atenção as condições do contrato a fim de verificar se é o locatário ou inquilino que será o responsável por cumprir com as obrigações financeiras do imóvel, como IPTU, água, luz, etc.

Fiador

Chegamos a um termo importante quando o assunto é contrato de aluguel: o fiador. O fiador pode ser uma pessoa física ou jurídica, a qual é responsável por cumprir com as obrigações contidas em contrato quando o locatário, por qualquer motivo, não as cumpra.

Nesse caso, o fiador deve oferecer um imóvel como garantia de pagamento. Existem situações em que o fiador não oferece outro imóvel, porém tudo depende da negociação com o locador, o qual dificilmente aceitará a segunda opção.

Caução

A caução também pode ser uma solução para você não precisar solicitar que um terceiro seja o seu fiador. A caução nada mais é que um valor equivalente a mais ou menos três meses de aluguel (ou mais).

Essa quantia é depositada em uma conta em nome do locador e, ao final do contrato, é devolvida ao locatário. Ela serve como uma garantia de pagamento e é uma opção muito utilizada em negociações de aluguel.

Agente financeiro

O termo agente financeiro refere-se à instituição financeira em que foi realizado o financiamento imobiliário. Tal instituição pode ser tanto pública quanto privada. Além disso, ela deve obrigatoriamente ser autorizada pelo Banco Central do Brasil a realizar operações que envolvam a concessão de crédito.

Arrendatário

O arrendatário é a pessoa que usufruirá do bem cedido pelo proprietário. Tal bem pode ser pontos comerciais, automóveis, prédios, terras para plantio, etc.

No arrendamento, o indivíduo deve pagar mensalmente ao proprietário do imóvel um valor estipulado previamente para poder usar o bem. Ao fim do contrato, todos os custos e responsabilidades passam a ser de quem arrendou.

Diferente do locatário, os valores pagos durante o arrendamento podem ser contabilizados se, ao final do contrato, houver a venda do imóvel.

Agora ficou mais fácil de entender os termos que envolvem um contrato de aluguel, certo? Então pode assinar o seu acordo com tranquilidade, pois saberá exatamente o que cabe a você e a outra parte. Boa sorte nos negócios!

 

Tags: No tags

Leave a Comment