Equipamentos de proteção individual

Segurança do trabalho é responsabilidade de todos

A segurança em um ambiente de trabalho é uma obrigação de todos os envolvidos, dentro de uma equipe que trabalha em conjunto. Desde a equipe de manutenção e limpeza, até a diretoria, todos devem se responsabilizar pela segurança de cada um.

Isso demonstra profissionalismo e dedicação à empresa, pois onde há segurança, há comprometimento e alinhamento com a missão e visão empresarial.

Assim, os objetivos podem ser alcançados com maior facilidade, pois todos reconhecem a importância do uso de equipamentos de proteção individual e o uso correto das ferramentas e maquinários que envolvem os trabalhos.

É preciso envolver os colaboradores na segurança

Uma empresa que trabalha na confecção de abadás sp, por exemplo, tem em sua linha de produção diversos costureiros e costureiras, que trabalham em uma máquina de costura durante oito horas por dia.

Neste contexto, exercícios de alongamento devem ser colocados em prática, para evitar lesões por esforço repetitivo e respeitar horários de parada para descanso, com intervalos entre as refeições.

Este tipo de procedimento é muito comum em empresas que seguem as normas e regras da legislação trabalhista e dos sindicatos dos trabalhadores.

Este é apenas um exemplo, que pode ser estendido a várias empresas, desde os pequenos comerciantes locais, que devem oferecer um ambiente com iluminação e ventilação adequada, até as grandes indústrias, que oferecem o treinamento nr 35, estabelecido pelo Ministério do Trabalho.

Basicamente, esse regulamento indica todas as medidas de proteção para colaboradores que trabalham em serviços que envolvem altura, como pintores, limpadores de prédios e instaladores de antenas, por exemplo.

Este treinamento deve ser realizado de tempos em tempos, para que seja atualizado constantemente, pois a legislação pode mudar, agregando outros aspectos que não foram observados anteriormente. Por isso, as empresas devem fornecer ao funcionário, conforme a necessidade, ou então seguindo um planejamento, como:

  • Treinamento no início dos trabalhos;
  • Manutenção anual das práticas de trabalho;
  • Apresentação de novas leis e normas;
  • Dependendo das condições de trabalho.

Manter os funcionários devidamente informados facilita para a empresa o cuidado com os funcionários, pois a segurança de um único trabalhador pode estar diretamente ligado a outro.

A segurança do trabalho se torna uma “onda”, em que os ensinamentos vão passando entre os colaboradores. Por isso, é necessário sempre haver também um treinamento de EPI, mantendo todos atualizados quanto às novidades na área de segurança, tanto no uso de equipamentos de proteção individual, quanto nos ambientes a serem trabalhados.

Saúde preventiva do trabalhador

Os cuidados com os colaboradores devem ser de responsabilidade dos recursos humanos, que indicam uma equipe de segurança do trabalho responsável por verificar as condições de ambiente e ferramentas utilizadas em cada setor.

Para acompanhar os trabalhadores, é realizado um Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, o pcmso, em que exames periódicos são realizados, como maneira de prevenção.

Em casos de alteração ou diagnóstico de qualquer tipo de doença, o funcionário é afastado e acompanhado por médicos, para que possa se cuidar e voltar aos afazeres quando estiver com a saúde restabelecida. Em casos em que exista a impossibilidade de voltar para a mesma tarefa, o funcionário pode ser realocado, se adaptando a outros afazeres.

Até mesmo os equipamentos de proteção individual são uma maneira de prevenir sobre a saúde do trabalhador.

Desde calçar a bota de segurança nos pés, até o uso do capacete na cabeça. Toda situação que envolva riscos de acidentes deve ser prevenida, levando a zero qualquer circunstância de perigo.

O mesmo cuidado deve ser tomado com as máquinas que envolvem o trabalho. Veículos que transportam matéria-prima e produtos industrializados também devem ser devidamente verificados, além de estar com a manutenção preventiva em dia.

Assim funciona a medicina do trabalho, em todos os setores da cadeia produtiva comercial, empresarial e industrial.

A coleta de informações sobre os colaboradores e a saúde de cada um deles permite que sejam encaminhados para o mercado de trabalho de maneira que não prejudique a própria saúde e o desenvolvimento das linhas de produção.

A higiene local, com ambientes livres de poeira, ou que sofrem grandes variações de temperatura, devem ser adaptados para que os trabalhadores não sofram qualquer tipo de intervenção externa que prejudique a saúde. Pois a saúde de um trabalhador é uma responsabilidade de todos.

Leave a Comment