shutterstock-1112469806

Saiba tudo sobre os equipamentos de segurança obrigatórios

Diferentes segmentos de atuação demandam diferentes rotinas de trabalho e, em muitos casos, é necessário também contar com bons sistemas de proteção, como os equipamentos utilizados para a segurança individual e coletiva dos colaboradores em contextos onde sua integridade física é colocada em risco.

Dessa forma, são diversas as atividades ocupacionais que demandam o uso de proteção especializada, como os trabalhos realizados em locais de difícil acesso, em edificações muito altas ou mesmo ao se lidar com materiais e substâncias que podem prejudicar a saúde dos trabalhadores quando em contato com seu corpo.

Mas quais são os equipamentos de proteção mais importantes e como garantir seu uso mais adequado? Além disso, quais são as normas regulamentadoras nesse sentido? O que a legislação diz a respeito do tema?

No artigo que você acompanha a seguir, fique por dentro de algumas das mais importantes dicas e informações na área.

E saiba como contar com um desempenho muito mais elevado em segurança dentro dos ambientes de trabalho ao se utilizar os itens, acessórios, sistemas e dispositivos mais adequados de acordo com a ocasião.

O que são os equipamentos de proteção?

No geral, os equipamentos desenvolvidos para a proteção e o resguardo da integridade física dos funcionários de uma determinada empresa, como é muito comum no setor da construção civil e no ramo industrial, por exemplo, são itens de segurança no trabalho obrigatórios por lei e que não podem ser negligenciados.

Outra questão importante é saber utilizar esses itens, pois eles variam muito de acordo com o tipo de proteção que será oferecida e também com o local do corpo onde serão utilizados.

Por isso, os treinamentos e as capacitações internas entre os colaboradores da empresa antes que eles exerçam a ocupação de risco e utilizem, de fato, os equipamentos, são fundamentais,

Existem diferentes modelos e finalidades de equipamentos de segurança. No geral, alguns deles são:

  • Luvas protetoras;
  • Botas de borracha;
  • Cintas para altura;
  • Protetores auriculares.

Todos os itens, que são abreviados como EPIs, são fundamentais em diversas situações.

Os protetores auriculares, por exemplo, servem para impedir que ruídos que emitem acima de um determinado nível de decibéis possam prejudicar os ouvidos, os tímpanos e causar até mesmo danos irreversíveis nessa região do corpo dos colaboradores.

Esses equipamentos, portanto, são muito comuns em obras e demandas industriais, onde máquinas diversas operam de forma simultânea e realizam ruídos contínuos, podendo afetar a capacidade auditiva das pessoas que estão por perto, dentro de um determinado raio de proximidade.

Já os oculos de proteção são fundamentais para trabalhadores que lidam diretamente com processos onde há a emissão de substâncias que podem atingir os olhos e até mesmo causar cegueira.

Por isso, o uso desses itens é indispensável para garantir a qualidade de vida dos colaboradores e, como preveem as leis trabalhistas, não colocar sua saúde em risco.

Obrigatoriedade legal

Vale a pena ressaltar que empresas que são negligentes com o uso dos equipamentos de proteção individuais podem ser punidas pela lei de forma severa.

Além de colocar em risco a vida de pessoas que estão executando tarefas ocupacionais, ou seja, sob responsabilidade de uma determinada empresa, essa é uma falta gravíssima perante a legislação do trabalho vigente no nosso país.

Por isso, seja um protetor auricular ou um capacete de segurança epi, o mais indicado é que todos os empreendimentos ofereçam de forma imediata os equipamentos necessários para que seus funcionários possam realizar a ocupação a qual foram destinados com garantia de segurança e proteção.

Normas regulamentadora

Não é por acaso que existe uma norma regulamentadora, também chamada de NR, voltada justamente para a garantia da saúde dos trabalhadores, estabelecendo uma série de medidas e práticas de prevenção que dizem respeito a diversos procedimentos, sejam eles de instalação, operação ou manutenção de máquinas.

Por meio do curso NR 12, portanto, os funcionários aprendem a se prevenir de acidentes e evitar transtornos que podem colocar sua própria vida em risco.

O mais importante dentro de uma empresa, portanto, é otimizar de forma ampla e resolutiva a proteção de todos. Isso pode ser feito por meio do uso de vestes especiais, equipamentos e entre outras opções.

No geral, o ideal é recorrer a uniformes em Fortaleza que sejam especializados na área de trabalho do funcionário, garantindo ainda mais segurança e prevenção a acidentes.

Leave a Comment