educação financeira

Qual a importância da educação financeira nas empresas?

Uma das principais vantagens da educação financeira para as empresas e seus colaboradores é que esse tipo de ensino os motiva e aumenta sua produtividade no ambiente de trabalho.

 

A partir do momento em que os trabalhadores conseguem ter um controle financeiro e uma vida financeira mais estável, eles ficam mais comprometidos ao seu trabalho e à organização.

Se a educação financeira é adquirida na própria empresa, é melhor ainda: a retenção de talentos na companhia fica maior, porque os indivíduos enxergam a preocupação do lugar que eles trabalham com o seu planejamento financeiro.

Quer saber mais sobre a educação financeira e como ela pode impactar o trabalho dos colaboradores da empresa onde você trabalha? Continue lendo este artigo e saiba mais!

Por que a educação financeira nas empresas é importante?

A educação financeira é essencial tanto para as empresas quanto para os trabalhadores. Para os últimos, a vantagem é possuir uma organização monetária satisfatória e a construção de um patrimônio, cada vez maior a longo prazo.

Para a empresa, como dito anteriormente, a vantagem é a motivação e o comprometimento dos funcionários. Veja a seguir como isso pode impactar o sucesso da companhia.

1- Ganho de incentivo

Todos sabemos o quanto é difícil manter-se concentrado e motivado quando se está endividado, não é mesmo? Ao receber a educação numerária, o colaborador aprende a lidar com a situação financeira pessoal, elimina muitas preocupações relacionadas a finanças pessoais e tem mais tranquilidade para trabalhar.

2- Aumento da produtividade

Parece um pouco óbvio, mas é sempre bom ressaltar que, quando os trabalhadores concentram-se em seus afazeres, ou seja, não têm preocupações externas como, por exemplo, sua saúde financeira e encontram-se em uma situação de bem-estar, de forma geral, sua produtividade aumenta muito.

Estudos inclusive apontam que funcionários alfabetizados com conceitos de educação financeira tendem a ter mais foco e menos estresse. 

3- Retenção de talentos  

Para os jovens trabalhadores, um programa de educação financeira que as empresas podem implantar é um diferencial muito grande e relevante, que faz eles terem mais fidelidade com a companhia, pois elas se apresentam mais humanizadas aos seus olhos.

Além disso, é algo bem visível o aumento da atração de jovens millennials por companhias que preocupam-se e disponibilizam produtos e serviços para aumentar sua segurança financeira.

Quais são os desafios que a implantação da educação financeira nas empresas pode enfrentar? 

Como toda novidade, a implantação da educação financeira nas empresas traz alguns desafios, sendo os principais deles:

  • A falta de educação financeira e aulas sobre a importância dela desde a escola;
  • As mudanças de hábitos e padrões comportamentais financeiros inadequados;
  • Os custos para a inserção dessa capacitação dos trabalhadores;
  • A conciliação dos projetos e tarefas com o tempo que se leva para aprender sobre ela;
  • As discrepâncias nas prioridades da gestão, já que muitas vezes o responsável pelo setor em que será implantada não dá prioridade à prática e seus benefícios.

Como implantá-la nas empresas?

Agora que já sabemos porque ela é tão importante para as empresas, veremos como implantá-la de modo satisfatório para os gestores e colaboradores seguindo estes passos:

1- A educação financeira deve ser uma prioridade

Um desafio citado logo acima para a sua implantação nas empresas é a preterição deste projeto a outros nos quais a companhia pode estar envolvida. O primeiro passo para o sucesso dessa prática é a mudança dessa mentalidade.

Para isso, os trabalhadores precisarão de tempo e espaço para desenvolver suas habilidades, de modo que não sintam-se pressionados ou sobrecarregados com essa disciplina. 

2- Deve-se ter em mente o perfil financeiro dos funcionários

Para uma abordagem melhor e mais personalizada da prática de educação financeira, uma boa dica é fazer o mapeamento do perfil financeiro de quem trabalha na empresa. 

3- Fornecer materiais para conscientização

Muito importante também é providenciar os materiais necessários para a conscientização dos funcionários sobre o quanto é importante, o impacto de boas práticas nas finanças e na mudança de hábitos.

Alguns exemplos desses materiais são E-books, campanhas de conscientização, portais da internet, dentre outros.

Com todas essas vantagens, fica evidente a importância da educação financeira nas empresas e os benefícios que pode trazer para a mesma.

Esse artigo foi escrito por Natasha Tochini, redatora pela n², onde você encontra tudo sobre educação e orientação financeira para todos os públicos.

 

Leave a Comment