7 razões pelas quais o coworking é o futuro

7 razões pelas quais o coworking é o futuro

Uma das definições mais atuais de coworking é aquela que se refere a este conceito como um espaço de trabalho vivo que possui recursos suficientes para realizar um trabalho. Além disso, também é um local onde você pode estabelecer relações profissionais com outros colegas de trabalho. Tudo isso e muito mais é o que está tornando o coworking do futuro.

7 razões pelas quais o coworking é o futuro

Essas são algumas das razões pelas quais os espaços de trabalho compartilhados são o futuro no campo profissional.

1. A ascensão do teletrabalho

A crise do coronavírus tornou o teletrabalho ainda mais moderno. No entanto, muitas pessoas descobriram que trabalhar em casa não é tão atraente ou eficiente quanto parece.

Para evitar distrações, o coworking é sem dúvida a melhor opção do momento e do futuro, se quiseres saber mais sobre comunidades coloniais e profissionais, recomendamos que leia artigos sobre Coliving, que você pode encontrar no Google e no blog do Coworking de Ribeirão Preto.

2. Mais recursos do que em casa

Trabalhar em casa tem muitas vantagens, mas também suas desvantagens. Não é de surpreender que o trabalhador não tenha os mesmos recursos do escritório. Os escritórios compartilhados, por outro lado, podem fornecer aos funcionários os recursos e dispositivos de que precisam para fazer seu trabalho melhor do que em casa. Além é claro de oferecer serviços adicionais, como aluguel de salas por hora.

3. A solução mais completa

Coworking é o futuro porque é um espaço de trabalho totalmente abrangente. As soluções que oferece são muito completas e abrangem tanto o trabalho em equipe como o trabalho individual ou remoto.

Além disso, os coworkings do futuro terão outros serviços, como sala de jogos, cafés, creches, ginásios, etc. Recomendamos também a leitura do nosso artigo “Últimas tendências tecnológicas nos escritórios de coworking”.

4. Coworking como escritório da empresa

Muitas empresas já perceberam que o coworking é o futuro. Tanto é que estão contratando esses espaços como coworking para empresas para evitar que o trabalhador se desloque aos seus escritórios. Uma forma de economizar esforço e dinheiro e investir em maior produtividade e eficiência nos trabalhadores.

5. Poupança de custos

Freelancers que desejam iniciar um projeto devem considerar a opção de coworking no futuro. A criação de uma empresa física é um investimento inicial significativo. Trabalhar em coworking não só é mais atraente do que trabalhar em casa, mas também é mais barato.

6. Faça mais contatos

Uma das principais vantagens de trabalhar em coworking é que permite estabelecer contactos pessoais e trocar ideias e competências com outras pessoas. Isso é algo que pode fazer o negócio crescer e que de forma alguma se consegue trabalhando sozinho em casa.

7. Flexibilidade de espaços e condições

No coworking do futuro, as empresas têm a possibilidade de decidir o espaço que melhor se adapta à sua equipe e às suas necessidades. Os escritórios de coworking são flexíveis às modificações e necessidades das empresas, o que faz com que o coworking seja visto como uma excelente alternativa profissional.

A demanda pelo uso desses espaços de trabalho vem crescendo nos últimos meses. Empreendedores, startups e todo o tipo de empresas levarão em conta este conceito de trabalho no futuro.

Se quiser evitar os problemas inerentes à gestão de chaves ou cartões físicos, pode instalar o bloqueio inteligente Raixer que permite controlar o acesso dos seus funcionários, equipe e visitas da nuvem.

Visite também: https://www.gerenciandoblog.com.br/2021/06/endereco-fiscal-em-riebirao-preto-como-escolher-o-endereco-certo-para-sua-empresa.html

Banco

BMG Pertence a Qual Banco?

BMG Pertence a Qual Banco?

O BMG pertence a qual banco? Afinal, costumamos nos referir a ele como “Banco BMG”, mas ele é mesmo um banco independente? É o que vamos ver agora. 

Muitas pessoas conhecem o BMG por seu produto de maior divulgação, que são os empréstimos consignados.

Mais tarde, também se popularizou o cartão de crédito BMG, oferecendo aprovação mais facilitada principalmente para aposentados e pensionistas. 

Desde sua fundação, a 90 anos atrás, o BMG cresceu e expandiu seus negócios para muito além do empréstimo consignado e implementou mais tecnologia em suas transações financeiras, facilitando a vida de todos os seus clientes.

O que mudou no BMG nesses 90 anos além dessa expansão e modernização? 

Vamos ver agora mesmo.

 

BMG é do Itaú?

O Banco BMG pertence ao grupo BMG, mas esse grupo também possuía a maioria das ações do BMG Consignado, mas no final de 2016 isso mudou.

O Itaú Unibanco, que já era acionista do BMG Consignado, adquiriu o restante das ações e firmou uma parceria com o Grupo BMG de 10 anos para exclusividade na concessão de empréstimos pelo canal do BMG “help! Loja de crédito”.

Isso quer dizer que, embora o Banco BMG, a BMG Seguros e subsidiárias como o Banco Cifra ainda pertençam ao Grupo BMG, o BMG e Itaú Consignado passaram para o Itaú Unibanco.

 

E o Inter?

O Banco Inter se popularizou nos últimos anos como uma promissora empresa de pagamentos.

Ele é uma fintech, instituição que une atividades financeiras e tecnologia para diminuir a burocracia para seus clientes realizarem suas transações. 

A empresa cresceu e isso chamou a atenção do Grupo BMG, que comprou o Inter. Então agora, além de ter um cartão de crédito BMG, se você tiver também um cartão do Inter, será cliente do grupo.

 

Afinal, o BMG pertence a qual banco?

O grupo BMG possui a maior parte das ações de seus serviços de empréstimo, seguros, empresas de pagamento e cartão de crédito BMG, além do Banco BMG, Inter e, por fim, o próprio Banco BMG.

Nos últimos anos as ações do BMG e Itaú Consignado, que eram divididas entre o Grupo BMG e o Itaú Unibanco, foram totalmente adquiridas pelo Itaú.

Mesmo assim, o canal pelo qual são feitos os empréstimos ainda pertencem ao BMG, devido a um acordo de 10 anos de exclusividade.

Então, o BMG pertence não a um banco, mas ao Grupo BMG, que engloba não apenas a rede bancária que funciona com esse mesmo nome, mas também outras marcas e, mais recentemente, o próprio Banco Inter, que tem se tornado muito popular principalmente entre a população mais jovem.

 

O BMG vale a pena?

Se você estava se perguntando se o BMG pertence a um banco de confiança, se vale a pena ter uma conta, pegar empréstimo ou ter um cartão de crédito BMG, vamos te dar uma resposta mais direta agora. 

O Grupo BMG, que detém o controle das marcas que funcionam com esse nome, é uma instituição que possui uma história de mais de 90 anos no mercado e só tem crescido e se modernizado.

Em uma época em que as pessoas estão buscando cada vez mais agilidade e menos burocracia para realizar as atividades que precisam em seu dia a dia, o grupo adquiriu uma das fintechs mais respeitáveis do mercado. 

Isso mostra que é uma empresa que está preocupada em se atualizar e acompanhar as tendências que surgem com cada nova geração de clientes, o que é uma segurança para quem pretende adquirir algum serviço do Grupo BMG, seja uma conta bancária, um cartão de crédito ou um empréstimo. 

Uma empresa que mostra esse potencial para crescimento e inovação demonstra seriedade e segurança de que não irá deixar seus clientes desamparados e ainda tem muito a oferecer.

Por isso, se havia alguma dúvida pairando sobre a sua cabeça, pode mandar embora e seja um cliente BMG!

pexels-photomix-company-101808

O que é o programa Pró-Moradia do governo

Um dos países mais desiguais do mundo, o Brasil possui milhões de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social. De acordo com um relatório publicado pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, hoje existem cerca de 33 milhões de pessoas sem moradia no país.

como-tratar-a-celulite-e-emagrecer

Como tratar a celulite e emagrecer?

Quem enfrenta problemas de sobrepeso, não importa em que nível, sempre acaba se questionando sobre esse assunto, remédio para emagrecer. 

Um grande problema que acontece, é a automedicação de remédio fortes e viciosos, o que é extremamente perigoso para a saúde. Uns poucos, contudo, procuram informar-se sobre medicamentos para emagrecer para saberem mais precisamente o que seus médicos podem estar receitando.

Na verdade, não existe uma fórmula magica para emagrecer, sempre precisará de algum esforço para obter resultados.

Emagrecer é uma questão pessoal e uma questão de saúde, que envolve mudanças de hábitos, atitude, renúncia, força de vontade. Os remédios podem ajudar no processo, mas é preciso serem alinhados com boa dieta e se possível, a prática de exercícios físicos para ter resultados, de nada adianta somente a medicação sem esforço.

Quando um médico vai iniciar um tratamento para emagrecer (que pode ou não incluir remédios para facilitar o processo), ele normalmente vai requisitar uma série de exames. 

Através de exames o médico saberá o medicamento e a dose exata, para se aplicar corretamente, além disso, ele precisa, identificar carências, efeitos secundários da obesidade, bem como fará uma avaliação dos hábitos da pessoa.

Dependendo do paciente, o médico poderá receitar um ansiolítico para ansiedade, tirando assim, a vontade de comer doces o dia todo, sem a mínima fome. É sabido que muitas pessoas engordam, devido à ansiedade acabam comendo mais, sem necessidade ou por tédio. Em muitos casos, o médico receitam remédios que moderam o apetite ou que tiram a ansiedade de comer o dia inteiro, fazendo o paciente comer menos guloseimas.

De fato, para cada paciente só o médico poderá dizer qual o melhor remédio para emagrecer, um remédio para mulher pode ser diferente, caso fosse para um homem. Ignorar esta etapa e tentar tomar substâncias que vão mexer com a química do corpo e principalmente do cérebro do paciente, podem fazer o efeito rebote, e piorar ainda mais o quadro, no pós tratamento.

Muitas mulheres, de fato, não precisam emagrecer, querem apenas chegar perto do corpo perfeito, em muitos casos, apenas um tratamento de celulites, já chegam nos resultados esperados.

Hoje em dia, há muitos tratamentos acessíveis e fáceis de se fazer, vejamos no próximo tópico.

Produtos e tratamentos para celulite disponíveis

Produtos e tratamentos para acabar com as celulites indesejadas, têm de monte. A onde for alguém que vende produtos de beleza, pode saber que algum creme “anti-celulite” você encontrará. Porém nem todos agem como deveriam. Saiba quais cremes comprar a seguir.

Alguns cremes que contém princípios ativos como a metilxantina são verdadeiros aliados no cmbate à celulite. A metilxantina ativa o metabolismo dos adipócitos promovendo a eliminação das gorduras. 

A maior diferença dos vários remédios e suplementos existentes no mercado é a forma como são formulados, em que ponto irão agir e podem ter diversos benefícios diferentes, para cada tipo de paciente. 

A aplicação geralmente é feita, através de movimentos firmes e circulares, para a pele absorver totalmente. O ideal é aplicar duas vezes ao dia.

Esfoliantes

Ajuda a pele ficar mais lisa, eliminando as células mortas da pele. É recomendado o uso apenas três vezes por semana. Com a pele úmida, coloque uma pequena quantidade de produto numa esponja ou luva adequada e esfregue suavemente durante 1 minuto. Enxágue bem.

Várias clínicas de estética oferecem esses tipos de tratamentos que ajudam a reduzir a celulite, em menor prazo de tempo. Não se esqueça que antes é necessário efetuar uma avaliação do seu caso para saber quais as melhores opções para o seu problema. 

Depois de escolher um tratamento, é estipulado um número de sessões necessárias para ter os resultados desejados. Alguns destes tratamentos são caros e os resultados nem sempre são os melhores. 

O ideal seria falar com alguém que já fez o tratamento para se aconselhar sobre os preços e os resultados. Se não conhece ninguém, faça orçamentos antes de optar pelo lugar desejado.

Endermologia

Essa técnica, que permite enrolar e desenrolar a prega cutânea melhorando a drenagem linfática e restaurando o tecido, dando uma aparência melhor, onde o local foi aplicado. 

Isotonia

Ajuda a promover  uma queima de gordura localizada e combater as celulite já existentes. Além disso, estimula a ação muscular, simulando o esforço feito nos exercícios aeróbicos, ajudando também na queima de calorias.

Drenagem linfática

Já a drenagem linfática, é uma técnica feita, através de massagem que consegue facilitar a eliminação das toxinas acumuladas nas células. A drenagem, melhora a circulação linfática do corpo e ameniza o aspecto da celulite. 

Corrente Russa

Tem também a corrente russa. Através da aplicação de corrente elétrica de baixa intensidade, é efetuada a contração e relaxamento muscular. Indicado para fortalecer a região. 

Endermologia

A endermologia, recorre a aparelhagem que promove a massagem local, com a ajuda de esferas estrategicamente localizadas na sua base inferior, para fazer a sucção da pele, reduzindo a celula, melhorando a circulação e eliminando um pouco de gordura localizada.

Ultra-sons de 3 MHz

São emitidas ondas que aparentemente provocam a quebra das células de gordura e estimulam a circulação sanguínea, diminuindo o aspecto de celulite e inflamações. 

Crioeletroforese

Técnica de veiculação transdérmica profunda. Por intermédio desta técnica são liberadas substâncias ativas através de uma corrente elétrica. 

Combate a celulite, gordura localizada e flacidez. 

Eletrolipoforese sem Agulhas

No método Eletrolipoforese sem Agulhas, são colocadas as placas que contém eletrodos metálicos, que emitem correntes que vão atuar diretamente na celulite. 

Mesoterapia

Injeção local de substâncias que agem contra a celulite e promovem a queima de gordura localizada. 

Apesar de ser uma técnica apelativa apresenta alguns perigos devido a implicar injeções de princípios ativos. Só pode ser feita por um médico especializado e é necessário muito cuidado e atenção em relação à qualidade das substâncias aplicadas.