motoboy

O que um motoboy pode fazer?

Muitos sabem o que é um motoboy, porém, são poucas as pessoas que conhecem todos os trabalhos que podem ser realizados por esse profissional.

Quando bate aquela fome e não estamos com vontade de sair para comer, a primeira coisa que fazemos, é pedir comida, e ela, normalmente, é entregue por um motoboy.

Com o avanço da tecnologia, atualmente é possível contratar um motoboy online. Tudo, pode ser feito por aplicativo, como detalhes do pedido, forma de pagamentos, entre outros.

Mas afinal, qual a importância desse profissional em nosso dia a dia? Entenda agora!

Quais os serviços que podem ser realizados por um motoboy?

Diversas empresas, utilizam os serviços de motoboy e o motivo é bem claro: as organizações, precisam cumprir os prazos que o mercado exige, e na maioria das vezes, estes são curtos.

É muito comum, ouvirmos em instituições a frase: “preciso desse documento para ontem”.

No entanto, em meio à necessidade de urgência, surgem, de forma inesperada, os aspectos burocráticos de diversos serviços, sendo necessário que as empresas disponham de um profissional para levar, a locais específicos, encomendas, documentações, entre outros.

O serviço de motoboy é utilizado para funções que muitas vezes demandam urgências e nessas ocasiões.

O profissional é essencial para garantir que prazos sejam cumpridos. Entre os serviços que podem ser realizados pelo profissional, é possível citar:

  • Pagamento de contas;
  • Entrega de documentos;
  • Recolhimento de assinaturas;
  • Entrega de produtos;
  • Transporte de projetos;
  • Entre outros.

A contratação de um motoboy, é capaz de proporcionar credibilidade à empresa, já que instituições, em sua maioria, prestam serviços que são realizados externamente.

Os profissionais, estão sempre à disposição da organização e estão acostumados a trabalhar com prazos e sob pressão, para que as tarefas sejam realizadas em um curto espaço de tempo, proporcionando praticidade, produtividade e, principalmente, gerando lucros à instituição, esse tipo de serviço, é conhecido como motoboy express.

A contratação do profissional, gera uma boa imagem, também, perante os clientes, pois o prazo de entrega é realizado antes mesmo do tempo previsto.

Tecnologia englobada com o serviço de motoboy

Com o avanço da tecnologia, existem, atualmente, no mercado, diferentes tipos de aplicativo de motoboy, que realizam serviços de forma online. O trabalho, é essencial para quem deseja ganhar tempo e realizar tarefas em um curto espaço de tempo.

Esse tipo de aplicativo é muito utilizado no ramo alimentício, onde restaurantes utilizam o programa para que seus clientes façam pedidos por seu aparelho móvel.

O produto é entregue conforme pedido pelo cliente, e o pagamento pode ser efetuado diretamente ao motoboy.

Alguns desses aplicativos, realizam o serviço de motoboy 24 horas, esse tipo de serviço é essencial para quem deseja cumprir prazos ou gerar lucros à sua empresa, proporcionando serviços a qualquer momento.

O profissional realiza entrega e retirada de produtos no momento em que for solicitado, fazendo com que o negócio tenha a satisfação de seus clientes e um grande aumento em seus lucros.

Alguns sistemas, já realizam a função de calcular o frete motoboy, ou seja, disponibiliza ao cliente ou ao contratante, quanto custará o serviço do profissional.

Contudo, para que esse serviço seja realizado, é de extrema importância que o motoboy esteja de acordo com as leis determinadas pelo Estado sobre o serviço de motofrete.
No estado de São Paulo, por exemplo, para obter a licença, é preciso:

  • Que a moto seja original de fábrica, tenha no máximo 8 anos e motor com no mínimo 120cc. Passe em vistoria e seja aprovada;
  • Apresentar no DTP;
  • Condumoto em validade;
  • Certificado de registro do veículo em nome do interessado ou com transferência
  • autorizada com firma reconhecida;
  • Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo – CRLV;
  • Nota fiscal da moto, caso seja zero quilômetro;
  • Comprovante de regularidade das multas de trânsito, vinculadas à moto;
  • Comprovante de inscrição no Cadastro de Contribuintes Mobiliários – CCM (com o código 2488) no caso de condutor autônomo;
  • Comprovante de regularidade de INSS, no caso de condutor autônomo;
  • Apólice de seguro de vida complementar não inferior a 3 vezes o valor do seguro obrigatório DPVAT;
  • Motocicleta de sua propriedade ou comprovação de copropriedade ou composse do veículo, caso não esteja no próprio nome.

Por isso, é de extrema importância que empresas contratem profissionais qualificados para realizar o serviço com competência e extremo profissionalismo para que não haja nenhum problema futuro.

O motoboy deve seguir todas as leis exigidas pelos órgãos regulamentadores para a obtenção de resultados positivos. Procure profissionais especializados no ramo.

Leave a Comment