equipamentos

Materiais para auxiliar na cozinha industrial

Produzir alimentos com qualidade, de modo dinâmico, prático e higiênico. Este é o principal objetivo das cozinhas industriais.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, elas são muito diferentes do que os típicos cômodos domésticos. Isso pois elas são usadas em locais como:

  • Bares;

  • Restaurantes;

  • Hoteis;

  • Marmitarias;

  • Buffets e locais de eventos.

 

Por conta das particularidades desses espaços, é preciso que este cômodo não seja montado apenas com o intuito de ser bonito: ele precisa ser funcional e seguro.

Confira alguns equipamentos fundamentais para tal, a seguir:

Fogão industrial de qualidade

Sem calor, é impossível cozinhar.

Por conta disso, é óbvio que um dos itens mais fundamentais de uma cozinha industrial é um conjunto de forno e fogão potentes.

Como é de se imaginar, tais itens têm muitas diferenças em comparação aos itens domésticos.

O principal deles é a capacidade: além destes itens terem mais bocas, elas são maiores, permitindo o uso de mais panelas ao mesmo tempo.

Da mesma maneira, elas costumam ser mais potentes, permitindo que o processo de cocção seja mais homogêneo e eficiente.

Vale ressaltar que, em um ambiente de cozinha industrial, o fogão é usado a todo o vapor, o tempo todo.

Consequentemente, suas peças tendem a se desgastar com o uso – o que, fatalmente, obrigará o proprietário a procurar uma assistencia tecnica.

Por conta disso, é muito mais vantajoso realizar a chamada manutenção preditiva: mesmo que o equipamento não dê sinais de defeito, ele é vistoriado.

Assim, eventuais defeitos são sanados antes que eles causem problemas aparentes.

Lava-louças

A higiene é sempre uma das principais preocupações quando se trata de cozinhas industriais.

Afinal de contas, a comida ali preparada é servida para muitas pessoas, e qualquer pequeno foco de contaminação pode causar um sério problema de saúde pública.

Por outro lado, quem cozinha profissionalmente sabe que, nestes locais, a corrida contra o tempo é constante: quem faz o pedido quer que ele chegue à mesa o quanto antes.

Isso significa que é preciso equilibrar a qualidade e a velocidade do trabalho.

A boa notícia é que um equipamento de limpeza potente pode ser a solução para este problema.

Uma máquina de lavar louça, por exemplo, pode se ocupar da higienização dos pratos, deixando o restante da equipe desocupado.

Assim como no caso do fogão, à medida que o equipamento é usado, pode ser preciso fazer o conserto de lava louças. Isso, porém, também pode ser prevenido pela manutenção preventiva.

Mobília adequada ao ambiente

Por mais que boa parte das receitas precise ser feita no fogão, este nem sempre é o caso: no caso de saladas e de algumas sobremesas, os ingredientes são mesclados em temperatura ambiente antes de serem servidos.

Para tal, usa-se bancadas.

Da mesma forma, é preciso que o local seja organizado no armazenamento de louças, panelas e ingredientes. Isso, por sua vez, é feito com uma estante adequada.

Esses dois exemplos mostram que toda cozinha industrial precisa de mobília adequada. No entanto, existe um detalhe: as normas sanitárias obrigam os estabelecimentos a contarem com peças de aço inoxidável.

Como a superfície deste material é extremamente lisa, ele dificulta a proliferação de bactérias, favorecendo a higiene.

Tudo, desde a mesa inox onde os alimentos são manipulados, até os utensílios, devem ser feitos nesse material.

Panelas e pequenos utensílios

Por mais que exista uma preocupação em se adquirir eletrodomésticos de qualidade para a cozinha, de nada adianta contar com equipamentos de ponta e escolher utensílios de segunda: eles também devem estar entre os melhores do mercado.

Vale ressaltar que, assim como os alimentos, eles precisam ser armazenados conforme as normas de higiene em vigor.

Por conta disso, é interessante mantê-los em uma estante de aço inox, para dificultar a proliferação de bactérias e, consequentemente, a contaminação dos itens.

Refrigeradores industriais

Boa parte dos insumos usados por cozinhas industriais têm que ficar congelados (ou, ao menos, refrigerados) para evitar sua expiração.

Da mesma forma, alimentos armazenados inadequadamente podem trazer sérios problemas ao estabelecimento em caso de vistoria das autoridades sanitárias.

Consequentemente, é fundamental que toda cozinha conte com um refrigerador adequado à armazenagem destes produtos.

No caso de estabelecimentos com uma demanda especialmente grande, pode-se investir até mesmo em uma câmara fria.

Contudo, nesse caso, é preciso ressaltar que ela tem que contar com estantes de inox para armazenar os itens: aproveitar um banco de inox ou qualquer outra mobília que esteja sobrando não é uma boa ideia.

Leave a Comment