agricultura

Entenda a importância da segurança e da qualidade na agricultura

Trabalhar na agricultura é uma atividade bastante exaustiva, que exige muita técnica e profissionais que sejam devidamente preparados, para exercer as funções para os quais forem designados.

Conheça produtos essenciais para a segurança

Porém se é essencial saber realizar a tarefa, também é essencial que se saiba precaver acidentes neste ambiente. Dessa forma, deve-se investir fundamentalmente, na segurança e na qualidade da agricultura.

Assim como, os operários que nela trabalham para que seja uma atividade segura e lucrativa para todos. Há materiais que são vitais para a segurança do trabalho.

Como por exemplo, as placas de sinalização. Item profundamente substancial, essas placas são uma forma de comunicação visual, com o intuito de orientar um indivíduo.

Através da comunicação não verbal, são facilitadoras de informações, são utilizadas nos mais variados estabelecimentos, como shoppings, bares, prédios comerciais e residenciais, entre outros e possuem variados objetivos.

A sinalização de emergência, por exemplo, tem como finalidade garantir que o operador realize as ações adequadas, diante uma situação emergencial.

Proporcionando rotas de fuga e indicando a localização equipamentos, como um hidrante, sistema hidráulico que combate incêndios. Cada placa possui sua especificidade e significado.

E para que seja de senso comum, há uma padronização das mesmas, feitas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Além das placas comuns, existem as placas fotoluminescentes, que possuem a capacidade de emitir luz em ambientes escuros. As placas são produzidas em material PVC (Policloreto de Polivinila).

E gravadas por meio de serigrafia em vinil fotoluminescente ou impresso com tinta eco-solvente, ambos com duração da luminosidade de oito horas, sendo, portanto, muito utilizadas em ambientes fechados e subterrâneos.

A placa fotoluminescente hidrante é uma sinalização essencial, para o combate ao incêndio, assim como rotas de saída, em caso de queda de energia assessora no controle da situação.

Dessa forma, a utilização de placas facilita a comunicação e sinalização de diversas formas, uma vez que, por não utilizarem a comunicação verbal, possibilitam o entendimento de indivíduos de diferentes nacionalidades sobre a mesma coisa.

A relação da segurança e os processos agrícolas

A segurança deve ser ressaltada também e principalmente, no uso dos equipamentos agrícolas, que incluem plantadeiras, pulverizadoras, tratores e colheitadeiras.

Essas máquinas podem ser de preparo de solo, semeadura, plantio, transporte, cultivo, colheita, entre outros e contribuem na produção rural.

Acelerando e colaborando com o trabalho rural e por isso, são utilizadas por grandes produtores, principalmente, em monoculturas de grãos, como a soja e o milho.

O aumento da produtividade agrícola tem contribuído com a aquisição de equipamentos agrícolas, fornecendo ao mercado de vendas um grande número de máquinas usadas.

Estas que foram substituídas por novos modelos, mas ainda apresentam excelentes condições de uso. Ao adquirir um produto usado, é necessário avaliar as condições que ele apresenta.

No caso de tratores usados, além de analisar informações como a potência, o torque máximo, a reserva de torque, a transmissão, o consumo de combustível.

E outras características, é preciso determinar o tempo de uso da máquina e seu desgaste. Para o empreendedor rural, a aquisição de máquinas agrícolas é um grande investimento.

E os equipamentos usados são uma alternativa de compra viável e mais acessível. Assim, o empreendedor rural tem mais vantagens e benefícios, pois:

  • Economiza ao adquirir o maquinário para plantio;
  • Ajuda na reciclagem de equipamentos, contribuindo para o meio ambiente;
  • Obtém um lucro maior na produção ao economizar no maquinário;
  • A manutenção é garantida sempre que precisar, por já ser uma máquina que está em rotação no mercado;
  • Consegue comprar diretamente de grupos revendedores, adquirindo um produto com segurança e garantia;
  • Ajuda a movimentar o mercado de revenda.

A segurança na indústria alimentícia

Dos produtos mais consumidos na sociedade e elaborados, o leite é uma bebida rica em cálcio, extremamente importante para a nutrição do ser humano.

O seu consumo é importante para a reposição de cálcio nos ossos, assim como nos dentes, prevenindo doenças como a osteoporose em idades mais avançadas.

O leite mais consumido na maior parte do mundo e presente nas prateleiras dos mercados, é o leite integral. Envasado na embalagem de liga de papel, plástico e alumínio, para uma maior conservação.

Para um envase higiênico, prático, seguro e rápido, é utilizada a máquina envasadora de leite, que é responsável por realizar o envase, com o mínimo processo manual, minimizando as chances de contaminação.

A indústria alimentícia está sempre em expansão tecnológica e hoje, conta com diversas máquinas, que reduzem o tempo de produção, envase, embalo e transporte dos alimentos, maximizando sua produção.

Amplamente utilizadas para a embalagem de alimentos, como o café, carnes e alimentos pré-cozidos, máquinas como embaladora a vácuo, são responsáveis pelo aumento da vida-útil do produto alimentício.

Uma vez que a inexistência do oxigênio dentro da embalagem, minimiza as chances de contaminação e deterioração do alimento.

A otimização dos mecanismos de transporte dos alimentos, também contribui para a conservação dos mesmos, uma vez que quanto mais dinâmico for esse sistema de transporte, menos tempo é levado para sua distribuição.

O que possibilita que este chegue mais fresco à mesa do consumidor final. Portanto, a utilização de mecanismos, como a esteira transportadora, dinamiza o transporte desse alimento pela fábrica de origem.

Favorecendo cada vez mais sua conservação e minimizando o contato humano, o que do ponto de vista da indústria alimentícia, é um ponto positivo.

Leave a Comment