woman-reading-payment-bill

Economia de recursos: como as empresas podem gastar menos luz e água?

Com novas tarifas e reajustes constantes nas contas de água e energia, é necessário adotar algumas medidas para gastar menos na sua empresa. Visto que, além de diminuir os gastos, esse tipo de economia também beneficia o meio ambiente.

A água, por exemplo, é um recurso natural essencial. Por isso, preservá-la é fundamental. Uma alternativa é optar por produtos de higiene e limpeza que usam menos água durante a produção e dispensam água na utilização.

Já a energia, embora seja imprescindível para o desenvolvimento da maioria das atividades do escritório, pode pesar muito no fechamento mensal caso seja desperdiçada. 

Pensando nisso, neste artigo, selecionamos dicas práticas de economia de recursos no dia a dia da sua empresa. Acompanhe a leitura!  

Aposte em equipamentos eficientes

Uma boa maneira de economizar água e luz é investir em equipamentos que consomem pouca energia. Aparelhos eletrônicos antigos costumam gastar mais luz, gerando um custo maior na conta mensal. 

Por isso, se possível, adquira equipamentos novos e mantenha a manutenção em dia.

Utilize a luz natural sempre que possível

Cerca de 50% da energia consumida em um escritório se refere à iluminação. Dessa forma, trata-se de um ponto que merece atenção quando o assunto é economizar.

A primeira dica, bastante simples e útil, é pintar as paredes dos ambientes com cores claras para que a luz se espalhe e reflita melhor. 

Além disso, outra forma de gastar menos energia é aproveitar a luz solar sempre que possível, já que ela reduz ou até mesmo evita o uso de luzes artificiais durante algumas horas do dia.

Para isso, uma boa solução é apostar em janelas largas e procurar manter os computadores próximos a elas. Assim, será mais fácil usufruir deste tipo de iluminação, gratuita e natural.

Desligue os aparelhos eletrônicos

Para evitar esse consumo desnecessário, crie uma regra na sua empresa que determine que os equipamentos sejam desligados quando não estiverem sendo usados, isso porque apenas o stand by não adianta, isso se refere a diversos itens, como:

  • Ar condicionado;
  • Impressora;
  • Computador;
  • Micro-ondas;
  • Televisão;
  • Qualquer outro aparelho eletrônico. 

Embora possa parecer uma economia insignificante à primeira vista, seguir essa medida à risca pode trazer resultados de economia bem significativos nas contas mensais da empresa.

Previna e solucione infiltrações e vazamentos

Qualquer sinal de infiltração e/ou vazamento deve ser solucionado rapidamente, visto que apenas uma torneira pingando pode se tornar um desperdício de cerca de 16 mil litros de água em 12 meses.

Já uma infiltração na tubulação, por exemplo, pode consumir cerca de 3.200 litros de água por dia, sem mencionar problemas estruturais que podem atingir a empresa e colocar a vida de todos em risco.

Mantenha as condições da fiação elétrica em dia

Instalações elétricas mal cuidadas podem acarretar problemas como curto-circuito, sobrecarga e fuga de energia, o que resulta em aumento no valor mensal da conta da luz. 

Além disso, a falta de manutenção pode danificar os equipamentos da empresa, como refrigeradores e computadores, gerando prejuízos inesperados.

Por isso, garanta que a fiação elétrica da empresa esteja em dia por meio de manutenções regulares, ainda que não haja nenhum sinal de problema. Assim, você evita grandes gastos em emergências e uma enorme dor de cabeça futura.

Procure reaproveitar a água das chuvas

Não é necessário fazer um enorme investimento para construir captadores de água de chuva, que pode ser usada nas descargas sanitárias, para regar o jardim e até mesmo para limpar a empresa.

Além disso, ao adotar essa medida, você pode ter uma economia de até 50% na sua conta de água mensal. Dessa forma, a depender do valor pago por mês, o valor gasto na construção dos captadores de água será recuperado em pouco tempo. 

Capacite seus funcionários

Por fim, é importante ressaltar que uma boa gestão de recursos não se resume apenas à adoção de medidas e determinação de regras, mas também envolve a conscientização dos funcionários, que são os maiores utilizadores dos recursos nas empresas.

Dessa forma, mais do que saber que devem economizar luz e energia, é fundamental que os colaboradores entendam a importância e o impacto das suas próprias atitudes, tanto financeiro quanto ambiental. 

Uma boa forma de fazer isso é através de reuniões, dinâmicas, palestras, folhetos informativos e e-mails regulares. 

Texto: Gustavo Marques

Tags: No tags

Leave a Comment