negocios56

E-consumidores: redes sociais e novos comportamentos de compra

Com o surgimento de novas tecnologias como smartphones, serviços 3G e principalmente o crescimento do uso da internet, a dinâmica de diversas ações dentro da empresa começou a mudar drasticamente. E no mercado consumidor não é diferente. As redes sociais e a Internet oferecem novas formas de ver o mundo, onde as coisas acontecem em tempo real e de diferentes formas.

Nesse sentido, o comportamento do consumidor mudou devido às maravilhosas conexões proporcionadas pelas redes sociais, dando origem à chamada geração “e-consumidor”.

Portanto, o texto tratará das consequências desses atos e suas causas.

Características dos e-consumidores

Os e-consumidores são caracterizados principalmente por serem muito mais comprometidos do que os consumidores mais velhos. Isso decorre do fato de que os consumidores eletrônicos têm maior acesso às informações disponíveis na Internet, o que é inédito na história da humanidade.

Esses consumidores, portanto, vão além do simples ato de fazer uma compra: eles usam a web para pesquisar valor, comparar produtos, consultar marcas, verificar a opinião de outros, outros compradores. Nesse sentido, uma pessoa que busca um serviço de soluções de isolamento acústico para sua casa, por exemplo, pode consultar diversas fontes para escolher seu produto e marca ideal.

Essas ações exigem que as marcas estejam cada vez mais presentes na internet para não ficarem de fora de todos esses avanços. Isso tem acontecido com empresas que buscam divulgar produtos pela internet, usando a internet para publicar conteúdos interessantes, como textos informativos dando dicas de como fazer a aplicação de resina em piso de maneira correta.

Outro fato interessante é que os e-consumidores não são mais aqueles que insistem em estar em uma loja para comprar um produto: até isso se tornou digital. Lojas virtuais, marketplaces e e-commerce são a nova tendência do momento, permitindo que as pessoas comprem produtos ou aluguem serviços sem precisar sair de casa.

Esses métodos de compra são muito importantes hoje, pois possibilitam comprar em lojas que existem em diferentes cantos do mundo, abrindo as portas para serviços de entrega. Os produtos que podem ser vendidos online são os mais diversos possíveis, desde vestuário a tela para cerca.

Além disso, os consumidores eletrônicos são acima de tudo pessoas e usuários de voz ativa. Essa expressão de opinião, provocada pela proliferação de ferramentas relacionais, permite que os consumidores eletrônicos reclamem, se manifestem e elogiem uma grande variedade de públicos. Esse é o principal objetivo das redes sociais, sobre o qual o artigo falará a seguir.

A importância das redes sociais na era digital

As redes sociais, como o próprio nome sugere, são espaços desenvolvidos para estabelecer relações entre as pessoas. Isso significa que eles abriram um espaço para discutir, compartilhar informações e experiências de forma rápida e conveniente.

Os usuários às vezes seguem páginas de suas marcas favoritas nas redes sociais. Isso mostra como a conectividade com a internet criou espaço para que marcas e empresas se unissem. Assim, a comunicação das empresas não é mais unilateral como antes, baseada no discurso de mão única, mas no diálogo, no diálogo.

Isso significa que os consumidores que já possuem uma janela de visibilidade com as marcas podem utilizar ferramentas como o campo de comentários para:

  • Tirar dúvidas;
  • Enviar sugestões;
  • Dar opiniões;
  • Criar reclamações.

Essa forma de comunicação pode beneficiar tanto as empresas quanto os e-consumidores, pois, embora possam obter mais informações para suas decisões no futuro, as marcas podem saber quem são seus clientes, permitindo o desenvolvimento de estratégias mais específicas.

Por exemplo, empresas que fabricam canos de esgoto podem analisar a demanda do consumidor por meio de mensagens enviadas nas redes sociais. No futuro, essas marcas poderão usar essas informações para tomar as medidas apropriadas.

Portanto, diante dos fatos mencionados acima, parece que hoje é necessário pensar a sociedade levando em consideração sua relação com o mundo digital. Isso obriga as empresas a se adaptarem às novas realidades, agora e no futuro, para garantir sua participação no mercado e obter uma reputação diferenciada diante dos concorrentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Comment