alugar

Como organizar a locação de seus equipamentos?

O serviço de locação de equipamentos tem como principal objetivo fornecer itens de trabalho para as mais diversas áreas da indústria fabril, como maquinários essenciais, materiais de construção civil, utensílios de carpintaria, dentre outros.

Geralmente, empresas de alto padrão, que contam com o quadro de funcionários elevado, bem como grandes construções, costumam aderir ao aluguel de máquinas. O motivo estaria ligado à economia atrelada ao andamento rápido das obras.

O porquê de alugar equipamentos

Em suma, as empresas que não vêem interesse em comprar os maquinários de trabalho, acabam procurando por corporações que os alugam.

Dessa forma, o tempo e o dinheiro são poupados, uma vez que o setor de locação é uma grande oportunidade e está super em alta no setor da construção civil.

Ou seja, durante a construção de um edifício, por exemplo, é muito mais vantajoso o aluguel de gerador de energia do que comprar o próprio gerador.

Em longo prazo, o valor gasto com a diária será muito menor em comparação com o preço de aquisição da máquina.

Mercado em constante evolução

Nos últimos 10 anos, o setor da construção civil tomou um enorme fôlego frente aos programas do governo na área de habitação popular. Dessa forma, o que não falta é trabalho nas construções por todo o país.

De certa maneira, empresas diretas e indiretas lucram com isso, como é o caso das locadoras de equipamentos industriais.

Programas como o Minha Casa Minha Vida têm alavancado o mercado como um todo e, a locação de equipamentos acompanha o ritmo frenético das construções.

Empresários, pessoas comuns e até o próprio Governo têm procurado as empresas que alugam equipamentos, justamente como uma estratégia para gastar menos.

No entanto, a organização acaba sendo um ponto crucial para que tudo ande conforme o combinado.

Por isso, o empreendedor deve manter algumas regras em jogo, para que não tenha prejuízos futuramente. Abaixo, veja as melhores dicas para organizar a locação de equipamentos.

Objetivo da obra

Antes de sair por aí alocando qualquer equipamento, o recomendado é saber o objetivo da obra, antes de tudo.

Saber o tipo de cliente que solicitou o trabalho é fundamental, principalmente para evitar gastos adicionais como aluguel.

Ou seja, não adianta em nada contratar o aluguel de martelete se a obra não vai exigir nenhum tipo de demolição.

Sendo assim, o ideal é fazer uma pequena pesquisa sobre os equipamentos que serão necessários para a obra em questão. Contudo, ficará muito mais fácil escolher os materiais que irão atender a demanda.

Para ter certeza, o recomendado é fazer uma lista com as seguintes questões:

Local da obra;

Tipo de construção;

Objetivo da obra;

Materiais necessários;

Tipo de maquinário;

Quais equipamentos a locadora oferece.

A melhor maneira de saber sobre tudo isso é conversando com o contratante da obra, que deve especificar o desejado para a construção. Com isso, escolher os tipos de geradores, de máquinas e afins será menos complicado.

Elaboração de planilha

Não existe organização sem a elaboração de uma planilha. Neste caso, o documento deve conter os principais tópicos referentes aos equipamentos alugados, bem como nomes, dia de locação, tipo de maquinário e data de entrega.

Além disso, recomenda-se produzir um inventário com preço, cor, tamanho e tudo o que for relacionado com a máquina alugada.

Por exemplo, aluguel de retroescavadeira, deve ser levado em consideração à diária do equipamento, cor, tamanho, dia de locação e etc.

Manter atualizadas as informações de custos de manutenção também pode ser encaixado na lista.

Registrar a locação

Outro ponto crucial é o registro de cada maquinário alugado. Neste contexto, confiar na memória pode ocasionar grandes prejuízos.

Assim sendo, anotar cada detalhe das operações é a melhor saída. Pode ser no papel ou até mesmo em um documento melhor elaborado, no computador.

A produção de um cadastro para os clientes é uma boa alternativa, pois ajuda a manter as informações das pessoas a salvo. Desse jeito, há a garantia de melhor atendimento para cada pessoa.

Manutenção periódica

A depender do tipo de equipamento, a manutenção deve ocorrer periodicamente. Por exemplo, a manutenção de geradores costuma acontecer em um espaço maior de tempo comparada à manutenção de um guindaste que, no caso, apresenta maiores desgastes e necessita de revisão.

Cada detalhe deve ser observado, até mesmo para garantir a segurança dos colaboradores que vão atuar na obra.

O equipamento que está com a manutenção em dia, garante maior vida útil para o mesmo, além de proporcionar mais segurança durante as operações.

Leave a Comment