pexels-quang-nguyen-vinh-2132250

Como o Seguro Agrícola beneficia os agricultores?

A agricultura é um setor da economia que, além dos riscos econômicos usuais, está mais exposto a desastres naturais. Granizo, frio, tempestades, secas, inundações e outros perigos podem destruir colheitas inteiras em um tempo muito curto e colocar em risco os meios de subsistência dos agricultores.

Os desastres naturais são caracterizados por sua intensidade e extensão – muitos produtores são prejudicados em um evento com grande força. 

A incidência de chuvas é um destes fatores que, a depender do volume, afeta diretamente a produção agrícola do país. Em caso de escassez ou abundância a produção é afetada diretamente.

Inclusive, podemos dizer que o aumento vertiginoso de impactos naturais ocorre desde a década de 1980, com um incrível salto de 3 vezes o número de ocorrência desses desastres mundialmente. 

Dessa forma, enchentes, tempestades, pragas e incêndios florestais são grandes exemplos de desastres que afetam justamente a capacidade produtiva do setor, principalmente tendo em vista que esse é um segmento bastante sensível e que precisa de cuidados.

Tendo esses pontos em vista, fica claro como para os agricultores tudo isso também é bastante complicado.

Inclusive, em 2020 na Argentina ocorreu a infestação de gafanhotos que destruiu lavouras e colocou em alerta o produtor rural brasileiro, com o perigo da nuvem de insetos se aproximar do país, além de causar prejuízos.

Dessa forma, os profissionais da área ficaram em estado de alerta, bem como bastante preocupados com tudo o que poderia acontecer futuramente.

Pensando nisso, o seguro agrícola reduz a exposição do produtor, permitindo que ele participe ativamente da gestão de seus riscos e garanta a indenização em caso de danos às colheitas resultantes de calamidades naturais. Saiba mais sobre! 

Qual a importância do agronegócio no Brasil?

Sabe-se que o agronegócio no Brasil é responsável por boa parte do Produto Interno Bruto (PIB), dominando 26,6% do montante total da riqueza nacional em 2020. 

Logo, é um setor importantíssimo para manutenção e crescimento econômico. Outro exemplo é o papel dos seus produtos na balança comercial internacional, pois o Brasil é atualmente o 4º maior exportador agropecuário do mundo.

A liderança do país o faz reconhecida internacionalmente por agências de todo o mundo, em se tratando de novas tecnologias agrícolas e o crescimento produtivo limpo. 

Além disso, também foi destaque na Convenção-Quadro da ONU sobre a Mudança do Clima a produção que ocorre em 41% do território nacional e cresce em produção mais do que em área, positivamente afetando a preservação ambiental junto ao crescimento econômico sustentável.

Sobressai-se no desenvolvimento agrícola no país os crescentes investimentos realizados para a manutenção ecológica e de segurança alimentar do país, possibilitando a perenidade da produção agrícola através da manutenção ecossistêmica que permite essa liderança.

Ademais, o desenvolvimento tecnológico auxilia na prevenção de impactos e desastres naturais, redução de custos, aumento de produtividade e redução de impactos ambientais.

Alguns dos impactos dos desastres naturais na agricultura

A agricultura pode registrar diversos impactos vindos dos desastres naturais, pensando nisso, listamos alguns desses pontos:

  • Perda de safras perenes, como soja, trigo e arroz;
  • Incapacidade de usar a terra até que a água diminua no caso de enchentes;
  • Aumento permanente da salinidade, tornando a terra inadequada para a produção;
  • Diminuição da produção, levando a menor renda dos agricultores;
  • Aumento do desemprego ameaçando a subsistência rural.

Pois bem, pensando nesses possíveis problemas, a questão do seguro agrícola volta à tona. Para facilitar o entendimento, falamos um pouco mais sobre esse serviço. Continue a leitura!

O que é seguro agrícola?

Quando a agricultura é sinônimo de desastres e riscos além do nosso controle, é necessário tomar medidas cautelares para controlar os danos enfrentados pelos agricultores. 

Uma apólice de seguro agrícola auxilia na estabilização da produção e reduz o impacto negativo que tem na vida dos produtores. No cenário atual, o seguro agrícola se tornou uma necessidade para as questões relacionadas à agricultura.

A cada ano, novas tecnologias são inventadas para ajudar a obter mais produtos de seus investimentos. Como os novos investimentos são arriscados, os pacotes de seguros ajudam o produtor a experimentar novas tecnologias. 

As seguradoras permitem que os agricultores obtenham coberturas de seguro para as novas tecnologias de forma que, se falharem, os profissionais não sofrerão perdas, já que a seguradora os compensa.

Vantagens do seguro agrícola

Os agricultores que fazem seguro agrícola protegem sua safra de contratempos. Considerando que a subsistência depende da qualidade e da quantidade da produção que eles produzem, o seguro agrícola ajuda a combater a pobreza. 

As vantagens do seguro agrícola são: 

Estabilidade na receita 

Protege contra perdas causadas por quebra de safra. Ele atua como uma ferramenta que permite a administração de riscos de rendimento e preço.

Dívidas mínimas

Os agricultores podem pagar seus empréstimos mesmo durante o período de quebra da safra, com o apoio do parceiro de seguro certo.

Avanço tecnológico

As seguradoras que utilizam plataformas agrícolas digitais podem aprimorar as práticas agrícolas e reduzir as perdas. Isso os ajuda a entender os avanços tecnológicos mais recentes e melhorar sua produção agrícola. 

Proteção de rendimento

O seguro agrícola protege contra a perda de produção das safras. Também oferece plantio preventivo e segurança de replantio.

Fornece conscientização

As seguradoras oferecem campanhas de conscientização para ajudar a compreender o efeito das calamidades naturais e também proteger suas fazendas. 

Embora um desastre natural seja imprevisível, os produtores podem usar a metodologia de previsão para entender as mudanças climáticas para proteger suas safras. Portanto, um dos benefícios mais importantes de comprar seguro agrícola é que os agricultores ficam tranquilos.

Por que é importante que os agricultores façam o seguro agrícola?

Os agricultores que têm apólices de seguro protegem suas safras, gado, práticas agrícolas e de colheita de contratempos, pois desastres naturais são imprevisíveis. Isso, por sua vez, traz prejuízos financeiros.

Quando é exposto a algum risco, quem investiu pesadamente na agricultura tem seu investimento destruído. 

Se o agricultor comprou o seguro, as empresas o indenizam. Com o dinheiro pago, pode-se reinvestir na agricultura e em outras atividades agrícolas, tornando-os estáveis financeiramente.

Uma boa prática agrícola envolve investimento em novas tecnologias, máquinas e ferramentas. O seguro agrícola feito contra as lavouras e pecuária permite que os administradores das fazendas se abram para novas tecnologias no mercado.

As seguradoras permitem que os agricultores obtenham coberturas de seguro para as novas tecnologias de forma que, se elas falharem, os agricultores não incorrem em perdas, já que a seguradora os compensará.

Este post é uma iniciativa da MDS Brasil com foco em transformar riscos em oportunidades de crescimento. 

Tags: No tags

Leave a Comment