negocios-mexico

O que é e para que serve um plano de negócios

Abrir a própria empresa é o grande sonho de muitas pessoas. No entanto, esse processo envolve uma série de trâmites burocráticos e organizacionais que acabam por tirar a tranquilidade de quem trabalha com empreendedorismo.

Sendo assim, é preciso pensar em cada detalhe, para garantir o sucesso do negócio e evitar futuros imprevistos. Sabendo disso, separamos aqui tudo que você precisa saber sobre o que é e para que serve o plano de negócios.

Dessa forma, é possível se preparar melhor para se tornar o mais novo empreendedor do país. Confira abaixo!

O que é o plano de negócios

O planejamento é fundamental para qualquer aspecto, seja uma viagem, um passeio ou até mesmo um evento. Sendo assim, para abrir um negócio, a situação não é diferente.

O plano de negócios nada mais é do que uma espécie de documento criado com o objetivo de definir o que a empresa é e todas as ações que serão realizadas para que ela cresça e atinja o sucesso.

Essas ações devem ser descritas de forma mais detalhada possível, pois isso possibilitará uma melhor visualização dos passos a serem seguidos no dia a dia empresarial. Além disso, o plano de negócios também deve ser muito bem fundamentado, o que exigirá muita pesquisa.

Montar esse documento não é uma tarefa fácil. É preciso ter muita paciência, persistência e separar várias horas do seu dia, pode facilitar o seu trabalho consultar um guia de como fazer um plano de negócios passo-a-passo.

No entanto, depois que ele estiver pronto, você terá uma visão geral do seu negócio, o que possibilitará maiores chances de aprimoramento.

Para que serve o plano de negócios

Agora que você já entendeu o que é o plano de negócios, vamos falar um pouco sobre pra que ele serve e como pode te ajudar na sua empresa.

A organização sempre é algo que acarreta benefícios. A partir do momento em que você visualiza todo o seu planejamento em um papel, consegue ter vantagens como:

  • Visualizar os erros antes que eles ocorram e solucioná-los sem nenhum prejuízo;
  • Maior conhecimento da concorrência, devido às pesquisas realizadas;
  • Entender seu público alvo e o que ele deseja;
  • Planejamento a curto, médio e longo prazo;
  • Reduz os riscos de investimentos incorretos;
  • Guia de comparação entre a produção de ideia e seus respectivos resultados.

Esses são só alguns dos benefícios que poderiam ser citados. O plano de negócio é amplo, bem como seus resultados positivos para a empresa.

Agora que você já entendeu o que é e para que serve o plano de negócios, vamos a parte prática e aprender a montá-lo!

Como criar o plano de negócio

Assim como todo procedimento, é preciso seguir um passo a passo para começar. Caso eles sejam seguidos da maneira correta, você terá um plano de negócios bem estruturado e que será um bom pilar para sua empresa.

Passo 1: Defina os seus valores, sua visão e sua missão como empresa

O primeiro passo já é um dos mais importantes para a montagem do seu plano de negócios, pois é nele que se apoiará todas as outras etapas. Sendo assim, vamos entender esses pontos individualmente.

Valores

Se tratam dos princípios que direcionarão as ações e medidas tomadas pela empresa.

Visão

A visão indica qual o objetivo da empresa a longo prazo, ou seja, onde você deseja chegar com ela

Missão

Essa é a principal razão pela qual a empresa existe. Ou seja, pense bastante no porquê você começou esse negócio, de maneira ampla e de forma social.

Passo 2: Estude o mercado em que está se inserindo

É aqui que entra toda aquela parte de pesquisa citada anteriormente. Nesse momento, você precisará entender seu nicho e conhecer sua concorrência para se adaptar ao mercado, tanto em relação a preço quanto a tecnologia dos serviços.

Na hora da pesquisa, foque em responder algumas perguntas básicas como:

  • Quem são seus principais concorrentes e por que eles se tornaram tão grandes?
  • Quem faz parte do grupo de consumidores em potencial para a sua empresa?
  • O que seu público alvo procura quando compra um produto do seu nicho?

Para responder essas perguntas você pode fazer uso de técnicas como FOFA ou análise SWOT, pois elas já têm um formato pré-definido e bem fácil de ser seguido.

Passo 3: Crie um plano de Marketing

Esse é um dos passos mais importantes, criar um plano de marketing. Não é atoa que as pessoas falam que a propaganda é a alma do negócio. É por meio dela que seu público passa a conhecer seu produto e a gerar identificação com seus serviços.

Porém, o Marketing dentro do plano de negócios não envolve apenas a publicidade, mas também fatores como preço e o lugar onde o produto será comercializado.

Por exemplo, se você deseja montar um e-commerce, esse é o momento de decidir qual plataforma usará para as vendas. Ou, se pretende vender no modo tradicional, para quais lojas irá revender e como entrará em contato com o público direto.

Passo 4: Crie um plano operacional

Esse é o momento em que você tira seu negócio do plano imaginário e começa a trazê-lo para o mundo real. Questões sobre logística, fornecedores, prazos de entrega e recebimento de valores devem ser pensados.

É preciso pensar bem longe. Por exemplo, se usar máquinas de cartão, se comprará uma ou utilizará as com aluguel mensal. Dessa forma, você facilitará o planejamento do próximo passo.

Passo 5: Crie um plano financeiro

O plano financeiro vem com o objetivo de separar seus gastos entre investimento inicial, custo mensal e margem de lucro. Quanto mais você planejar, menor será o risco de imprevistos na operação e prejuízos a curto, médio e longo prazo.

Essa questão é um pouco mais burocrática, então, caso você não possua o devido conhecimento na área, o mais recomendável é contratar um profissional para te ajudar.

Passo 6: Encerre com seu sumário executivo

O Sumário Executivo vem com o objetivo de fazer o fechamento do seu plano de negócios e facilitar as consultas rápidas. Como o documento tende a ficar bem grande, é preciso separar as partes individualmente, facilitando, dessa forma, a compreensão.

Uma boa dica para essa etapa é elencar cada um dos itens, para que possa realizar uma espécie de índice. Assim, quando você estiver com pressa ou procurando por alguma parte, será bem mais tranquilo encontrá-la. Além disso, use e abuse dos subtítulos. Quanto mais detalhado o conteúdo melhor.

Fazer um plano de negócios é algo fundamental para as empresas organizadas. Agora que você já entendeu o que ele é e para que serve, vai ficar muito mais fácil produzir o seu próprio e, por meio dele, atingir seus objetivos com sua empresa.

E aí, pronto para iniciar as pesquisas e melhorar ainda mais seu planejamento?