pexels-photo-6801648

Benefícios da Previdência Privada e dicas de como escolher

Começamos esse artigo com uma pergunta: você sabia que pode tirar benefícios da previdência privada desde agora? Não? Pois bem, a previdência privada parece complicada, mas a ideia é básica e simples. 

Pensando no que foi dito, vale a pena entender os benefícios da previdência privada, porque embora o seu fundo de aposentadoria do INSS forneça uma base, pode não ser suficiente para viver.

O que é previdência privada?

A previdência privada é um pacote de serviços e soluções financeiras, uma forma de seguro privado, que você pode contratar para ajudá-lo a economizar dinheiro a longo prazo e sobre o qual você obtém uma redução de impostos. 

Seu valor geralmente é baseado em quanto dinheiro você pagou e no desempenho de seus investimentos. Muitas pessoas utilizam com objetivo de economizar para a aposentadoria, momento no qual é possível sacar o dinheiro total ou receber em parcelas. 

A previdência privada é um pacote para investimentos de longo prazo, com serviços de:

  • Gestão de investimentos;
  • Planejamento financeiro;
  • Planejamento tributário;
  • Entre diversos outros.

Inclusive, podemos reforçar que ela oferece soluções e benefícios para diversos casos, por exemplo:

  • Solucionar os seus investimentos;
  • Conduzir estratégia de investimentos;
  • Determinar o valor a ser pago mensalmente; 
  • Abonar uma parte dos seus impostos.

Para que a ideia fique ainda mais clara, siga a leitura do artigo e tire outras dúvidas.

Como funciona a previdência privada?

Como dissemos acima, você compra produtos que facilitarão os seus investimentos, ou seja, ela não é um investimento. A previdência privada te ajuda a conduzir uma estratégia dos investimentos e determina o quanto precisa pagar todo mês.

O funcionamento da previdência privada é semelhante ao fundo de investimento, o que muda é a tributação, no caso a Tabela de Imposto de Renda e o come-cotas, não existe neste caso. 

Muda também a estrutura de segurança, onde há mais fiscalização dos reguladores e facilidade na passagem dos herdeiros legais.

Entretanto, na hora da aplicação dos recursos, é cobrada uma taxa de corretagem sobre o valor de cada aplicação que é feita. E você não paga impostos sobre o valor até que resolva sacar.

Tipos de plano de previdência privada

Na hora de contratar, é preciso escolher um plano de previdência privada, que são o VGBL (vida gerador de benefício livre), mais indicado para a maioria porque o IR será sobre o ganho da aplicação ao longo do tempo e não sobre o capital total.

E o PGBL (plano gerador de benefício livre), que é indicado para investidores que fazem a declaração de IR completa, pois terão a opção de abater até 12% da renda tributável no ano.

Quais são os principais benefícios da previdência privada?

Um dos mais conhecidos benefícios da previdência privada é a redução de impostos, que vem em duas formas, dependendo se você é um contribuinte de taxa básica ou de taxa mais alta.

Você recebe de volta alguns impostos sobre o dinheiro que coloca na previdência, enquanto os ganhos dos investimentos que você faz com esse dinheiro são em grande parte isentos de impostos.

Confira cinco benefícios da previdência privada:

  1. Benefícios fiscais

Pense em uma previdência privada como um plano de poupança de longo prazo que vem com o benefício adicional de redução de impostos. 

Qualquer dinheiro que você economizar em sua providência terá redução de impostos, portanto, qualquer contribuição que você fizer significa mais dinheiro no seu bolso e menos indo para o governo.

  1. Qualquer um pode contribuir

Você pode ter um plano de previdência pessoal se for empregado, autônomo ou não trabalhar. Junto com as contribuições que você fizer, outras pessoas também podem pagar para o seu plano de previdência privada.

Se você tem um cônjuge que não trabalha, pode decidir ajudá-lo a fazer provisões para a aposentadoria, contribuindo para uma previdência que ele possui. A mesma coisa se aplica a uma criança, se você quiser ajudá-la a planejar seu futuro financeiro a longo prazo.

  1. Flexibilidade

A maioria das previdências privadas é flexível e portátil, por isso, se as suas circunstâncias mudarem, pode mudar de plano ou corretora.

  1. Renda de aposentadoria garantida

Na aposentadoria, você pode retirar o seu fundo de previdência como um montante fixo e sacar os fundos restantes como renda diretamente do seu fundo de pensão das empresas nas quais trabalhou. 

Obter uma renda dessa forma significa que você ainda poderá se beneficiar dos retornos do investimento feito em sua previdência.

  1. Ganhe juros compostos

Quanto mais cedo você começar a contribuir para uma previdência, mais poderá se beneficiar dos juros compostos que receberá. Sempre que efetua um pagamento para uma previdência privada, se beneficia do benefício fiscal e passa a ter retorno do investimento.

No primeiro ano, você se beneficiará de retornos de juros sobre sua contribuição inicial. No segundo ano, você receberá juros sobre a contribuição inicial e o retorno do primeiro ano.

No terceiro ano, você receberá juros sobre sua contribuição original e dois anos de retornos já acumulados – esses ganhos continuam a se multiplicar à medida que você continua fazendo suas contribuições regulares sem impostos.

O que deve, em última análise, resultar em uma previdência privada saudável.

Com os benefícios dos juros compostos em mente, também vale a pena observar os benefícios de poder escolher como seu fundo de previdência é investido.

Embora diferentes fundos tenham perfis de risco variados, pode ser extremamente lucrativo prestar atenção em como sua previdência privada é investida.

Dicas para escolher uma previdência privada

Existem centenas de previdências privadas no mercado, então, escolher entre elas pode ser confuso. Aqui estão algumas dicas para refletir ao escolher uma previdência privada:

  • Pesquise para ter a mais ampla escolha;
  • Leve o seu tempo para obter o máximo de informações que puder; 
  • Compare produtos de fornecedores diferentes;
  • Peça o documento com as principais características sobre o plano;
  • Certifique-se de que você pode pagar as contribuições;
  • Verifique quais taxas você terá que pagar e quando;
  • Veja como os fundos serão investidos e quais opções você tem;
  • Certifique-se de que está satisfeito com o nível de risco que está assumindo;
  • Obtenha aconselhamento de uma corretora especializada;
  • Não assine nada até estar completamente feliz.

Pois bem, continuando, agora é necessário que você entenda qual a melhor previdência para o seu perfil!

Qual a melhor previdência privada?

Quando você está procurando a melhor previdência privada, há algumas coisas a se observar. Principalmente se trabalha por conta própria, ou fica em casa cuidando de filhos, se quiser economizar para seus fundos de aposentadoria e encontrar o melhor provedor.

Procure uma empresa de previdência que ofereça uma taxa de administração anual baixa para ajudar a economizar dinheiro todos os anos.

Você também deve tentar encontrar uma previdência que tenha mais opções fundos de previdência para escolher. E, por fim, verifique se está satisfeito com o valor mínimo que o plano de previdência privada permite que você invista.

E se você estiver procurando por conselhos sobre os benefícios da previdência privada, planejamento previdenciário ou quaisquer questões financeiras privadas, não hesite em entrar em contato com MDS Brasil

Este post é uma iniciativa da MDS Brasil com foco em transformar benefícios em oportunidades de crescimento. 

Leave a Comment