Gestão de crise na indústria: como funciona

Gestão de crise na indústria: como funciona

Estamos passando por um período raro. Sabemos que todo tipo de setor pode acabar entrando em crise eventualmente, afinal podem haver problemas grandes para todo tipo de ramo. No entanto, com a pandemia, estamos vendo um cenário raro onde todos os setores estão em crise ao mesmo tempo.

Aplicativo de Serviços

Aplicativo de Serviços

Estamos passando por momentos delicados. Por conta da pandemia, mais e mais profissionais acabam tendo seus trabalhos limitados, e pior que isso, as vagas diminuem e até os métodos de divulgação de seus serviços são comprometidos, uma vez que até sair na rua para a entrega de currículos se tornou uma ação de risco.

Aplicativo de Serviços

Aplicativo de Serviços

Estamos passando por momentos delicados. Por conta da pandemia, mais e mais profissionais acabam tendo seus trabalhos limitados, e pior que isso, as vagas diminuem e até os métodos de divulgação de seus serviços são comprometidos, uma vez que até sair na rua para a entrega de currículos se tornou uma ação de risco.

Dicas de como criar um site para sua empresa

Dicas de como criar um site para sua empresa

Hoje em dia, criar site se tornou algo essencial para empresas que desejam ter presença online, mesmo para lojas físicas que não possuem comércio eletrônico.

Estudos mostram que clientes B2C procuram por empresas físicas na internet, enquanto clientes B2B pesquisam por empresas primeiro de maneira online.

Ou seja, isso só mostra como é realmente importante que todas as empresas dediquem-se para ter um site, mas não basta apenas criar um site, é sim um que seja de qualidade. 

Porém, como é possível fazer isso? Será que dá muito trabalho? 

A realidade é que criar um site não é especialmente difícil com as muitas ferramentas de criação de sites disponíveis. 

Hoje em dia, você pode facilmente criar um site, mesmo que não tenha conhecimento em programação e web design. 

Claro, procurar por um profissional é sempre uma excelente opção, afinal, ele saberá exatamente o que estará fazendo, o que deixará seu site muito profissional. 

No entanto, seja qual for o software que você escolher, se manter alguns princípios de design em mente, poderá criar o seu site. 

Continue a leitura e confira algumas dicas que separamos sobre como criar um site para sua empresa! 

 

Como criar um site para empresa

Bem, para a sua empresa ser encontrada na internet, é importante que ela tenha um site. Então, para te ajudar, aqui estão algumas dicas de como criar um site para a sua empresa

1. Torne seu site responsivo a dispositivos móveis

As pessoas estão cada vez mais utilizando os dispositivos móveis para fazer pesquisas na internet e a tendência é que esse hábito se torne muito maior. 

Inclusive, consumidores usam seus smartphones mesmo quando estão em lojas de varejo para comparar preços e ver análises de produtos. 

Além disso, grande parte das pessoas irão para um concorrente se tiverem uma experiência ruim com um site para celular. 

Se você planeja administrar um site de comércio eletrônico de sucesso, ou qualquer site, é absolutamente necessário atender aos usuários de dispositivos móveis.

2. Facilite encontrar o site

Você precisa ter um nome de domínio que descreva o seu negócio ou seja o nome da sua empresa. 

Você pode até ter vários domínios que apontam para o site. O importante é pensar em endereços de domínio que sejam fáceis de serem lembrados pelo seu público-alvo e que não sejam difíceis de serem digitados.

3. Coloque suas informações de contato em uma boa localização no site

Se seu negócio depende de que as pessoas possam entrar em contato com você ou ligar para sua equipe de vendas, coloque essas informações onde elas possam encontrá-las facilmente.

Suas informações de contato devem estar visíveis, de preferência no topo da página inicial, para que os visitantes não precisem pesquisar um número de telefone ou endereço se quiserem entrar em contato com a empresa.

Se você usa as mídias sociais para se conectar com os clientes, certifique-se de colocar links no cabeçalho ou rodapé, onde são facilmente encontradas.

4. Facilite a navegação

Limite o menu de navegação de nível superior a cinco guias claramente rotuladas com páginas relacionadas organizadas sob elas. 

Você também deve ter uma maneira clara de voltar à página inicial, independentemente de onde seus leitores chegarem. 

Muitas vezes, uma pesquisa pode levar o leitor a uma página diferente da página inicial.

5. Certifique-se de colocar as informações corretas

Nem é preciso dizer que informações imprecisas afastarão os consumidores, seja um número errado, informações desatualizadas sobre o produto ou simples erros gramaticais. 

Você não deve apenas revisar cada página antes de ir ao ar, mas deve verificar periodicamente cada página, especialmente depois de fazer atualizações em qualquer outro lugar.

6. Mantenha uma boa velocidade de carregamento

Se o seu site não tiver uma boa velocidade de carregamento de página, os seus visitantes desistiram dele e irão para o site do seu concorrente. 

Portanto, certifique-se de que seu site funcione sem problemas, mantendo o software atualizado, otimizando vídeos e imagens para downloads mais rápidos e usando um host de site que possa lidar com suas demandas de largura de banda.

7. Mantenha seu design simples

Limite o uso de fontes, cores e gifs animados, que podem distrair e desviar os olhos do foco do site.

Parágrafos curtos e marcadores também tornam as informações mais digitalizáveis ​​e com probabilidade de serem lidas. 

Também tome cuidado com as cores utilizadas. Além de serem relacionadas a sua empresa e ao seu nicho de atuação, também é importante que elas não sejam desconfortáveis aos visitantes do site.

Conclusão 

Ter um site é fundamental para que a sua empresa seja encontrada na internet e você consiga obter visitantes, que se tornaram leads para que depois se tornem clientes. 

 

Porém, é importante deixar claro que um site funciona como a sua vitrine virtual – ou cartao de visitas online.

 

Portanto, não hesite em criar não apenas um site, mas sim um site que realmente represente a sua empresa e seja atrativo para os seus atuais e potenciais clientes. 

 

Esperamos que as dicas neste artigo te ajudem a criar um site para a sua empresa. No entanto, se tiver dúvidas sobre como fazer isso, procure pela ajuda de um profissional! 

 

Dessa maneira, poderá tirar todas as suas dúvidas e, juntos, poderão tomar as melhores decisões para a criação do seu site. 

 

Como transformar sua casa em uma creche?

Como transformar sua casa em uma creche?

Abrir uma creche pode ser um excelente empreendimento. Mas, diversos cursos para quem quer abrir uma creche são essenciais para qualificação e exigidos por lei. 

Assim, você sabe quais são esses cursos? E quais são os exigidos por lei para quem deseja montar uma creche? É sobre isso que falaremos agora, confira! 

5 maneiras de um espaço de coworking economizar tempo e dinheiro para sua empresa

5 maneiras de um espaço de coworking economizar tempo e dinheiro para sua empresa

Se você está procurando levar seu negócio para o próximo nível, um espaço de coworking pode economizar uma quantidade significativa de dinheiro e tempo, com um provedor como o Beework ajudando você a aliviar a carga.

Os espaços de coworking evoluíram significativamente nos últimos dez anos, passando do reino das startups e das mesas de pingue-pongue para oferecer funcionalidade e flexibilidade às empresas que buscam crescer e ter sucesso em um mercado extremamente competitivo.

unnamed

Como aumentar a vida útil de equipamentos industriais?

Os equipamentos industriais representam um dos custos mais altos de uma operação. Então, se você tem contato direto com a rotina de produção de uma indústria, provavelmente já deve ter se perguntado o que fazer para que equipamentos operem de forma satisfatória pela maior quantidade de tempo possível.

negocios-mexico

O que é e para que serve um plano de negócios

Abrir a própria empresa é o grande sonho de muitas pessoas. No entanto, esse processo envolve uma série de trâmites burocráticos e organizacionais que acabam por tirar a tranquilidade de quem trabalha com empreendedorismo.

Sendo assim, é preciso pensar em cada detalhe, para garantir o sucesso do negócio e evitar futuros imprevistos. Sabendo disso, separamos aqui tudo que você precisa saber sobre o que é e para que serve o plano de negócios.

Dessa forma, é possível se preparar melhor para se tornar o mais novo empreendedor do país. Confira abaixo!

O que é o plano de negócios

O planejamento é fundamental para qualquer aspecto, seja uma viagem, um passeio ou até mesmo um evento. Sendo assim, para abrir um negócio, a situação não é diferente.

O plano de negócios nada mais é do que uma espécie de documento criado com o objetivo de definir o que a empresa é e todas as ações que serão realizadas para que ela cresça e atinja o sucesso.

Essas ações devem ser descritas de forma mais detalhada possível, pois isso possibilitará uma melhor visualização dos passos a serem seguidos no dia a dia empresarial. Além disso, o plano de negócios também deve ser muito bem fundamentado, o que exigirá muita pesquisa.

Montar esse documento não é uma tarefa fácil. É preciso ter muita paciência, persistência e separar várias horas do seu dia, pode facilitar o seu trabalho consultar um guia de como fazer um plano de negócios passo-a-passo.

No entanto, depois que ele estiver pronto, você terá uma visão geral do seu negócio, o que possibilitará maiores chances de aprimoramento.

Para que serve o plano de negócios

Agora que você já entendeu o que é o plano de negócios, vamos falar um pouco sobre pra que ele serve e como pode te ajudar na sua empresa.

A organização sempre é algo que acarreta benefícios. A partir do momento em que você visualiza todo o seu planejamento em um papel, consegue ter vantagens como:

  • Visualizar os erros antes que eles ocorram e solucioná-los sem nenhum prejuízo;
  • Maior conhecimento da concorrência, devido às pesquisas realizadas;
  • Entender seu público alvo e o que ele deseja;
  • Planejamento a curto, médio e longo prazo;
  • Reduz os riscos de investimentos incorretos;
  • Guia de comparação entre a produção de ideia e seus respectivos resultados.

Esses são só alguns dos benefícios que poderiam ser citados. O plano de negócio é amplo, bem como seus resultados positivos para a empresa.

Agora que você já entendeu o que é e para que serve o plano de negócios, vamos a parte prática e aprender a montá-lo!

Como criar o plano de negócio

Assim como todo procedimento, é preciso seguir um passo a passo para começar. Caso eles sejam seguidos da maneira correta, você terá um plano de negócios bem estruturado e que será um bom pilar para sua empresa.

Passo 1: Defina os seus valores, sua visão e sua missão como empresa

O primeiro passo já é um dos mais importantes para a montagem do seu plano de negócios, pois é nele que se apoiará todas as outras etapas. Sendo assim, vamos entender esses pontos individualmente.

Valores

Se tratam dos princípios que direcionarão as ações e medidas tomadas pela empresa.

Visão

A visão indica qual o objetivo da empresa a longo prazo, ou seja, onde você deseja chegar com ela

Missão

Essa é a principal razão pela qual a empresa existe. Ou seja, pense bastante no porquê você começou esse negócio, de maneira ampla e de forma social.

Passo 2: Estude o mercado em que está se inserindo

É aqui que entra toda aquela parte de pesquisa citada anteriormente. Nesse momento, você precisará entender seu nicho e conhecer sua concorrência para se adaptar ao mercado, tanto em relação a preço quanto a tecnologia dos serviços.

Na hora da pesquisa, foque em responder algumas perguntas básicas como:

  • Quem são seus principais concorrentes e por que eles se tornaram tão grandes?
  • Quem faz parte do grupo de consumidores em potencial para a sua empresa?
  • O que seu público alvo procura quando compra um produto do seu nicho?

Para responder essas perguntas você pode fazer uso de técnicas como FOFA ou análise SWOT, pois elas já têm um formato pré-definido e bem fácil de ser seguido.

Passo 3: Crie um plano de Marketing

Esse é um dos passos mais importantes, criar um plano de marketing. Não é atoa que as pessoas falam que a propaganda é a alma do negócio. É por meio dela que seu público passa a conhecer seu produto e a gerar identificação com seus serviços.

Porém, o Marketing dentro do plano de negócios não envolve apenas a publicidade, mas também fatores como preço e o lugar onde o produto será comercializado.

Por exemplo, se você deseja montar um e-commerce, esse é o momento de decidir qual plataforma usará para as vendas. Ou, se pretende vender no modo tradicional, para quais lojas irá revender e como entrará em contato com o público direto.

Passo 4: Crie um plano operacional

Esse é o momento em que você tira seu negócio do plano imaginário e começa a trazê-lo para o mundo real. Questões sobre logística, fornecedores, prazos de entrega e recebimento de valores devem ser pensados.

É preciso pensar bem longe. Por exemplo, se usar máquinas de cartão, se comprará uma ou utilizará as com aluguel mensal. Dessa forma, você facilitará o planejamento do próximo passo.

Passo 5: Crie um plano financeiro

O plano financeiro vem com o objetivo de separar seus gastos entre investimento inicial, custo mensal e margem de lucro. Quanto mais você planejar, menor será o risco de imprevistos na operação e prejuízos a curto, médio e longo prazo.

Essa questão é um pouco mais burocrática, então, caso você não possua o devido conhecimento na área, o mais recomendável é contratar um profissional para te ajudar.

Passo 6: Encerre com seu sumário executivo

O Sumário Executivo vem com o objetivo de fazer o fechamento do seu plano de negócios e facilitar as consultas rápidas. Como o documento tende a ficar bem grande, é preciso separar as partes individualmente, facilitando, dessa forma, a compreensão.

Uma boa dica para essa etapa é elencar cada um dos itens, para que possa realizar uma espécie de índice. Assim, quando você estiver com pressa ou procurando por alguma parte, será bem mais tranquilo encontrá-la. Além disso, use e abuse dos subtítulos. Quanto mais detalhado o conteúdo melhor.

Fazer um plano de negócios é algo fundamental para as empresas organizadas. Agora que você já entendeu o que ele é e para que serve, vai ficar muito mais fácil produzir o seu próprio e, por meio dele, atingir seus objetivos com sua empresa.

E aí, pronto para iniciar as pesquisas e melhorar ainda mais seu planejamento?

Knowledge base - e-learning possibilities, online shopping, banking and communication

Impacto dos recursos digitais na eficiência operacional das empresas de manufatura

Com a constante transformação digital dentro das fábricas e com as novas possibilidades proporcionadas pelo avanço da tecnologia, fica claro que as mudanças causadas por esses recursos já impactam gestores, colaboradores, parceiros, clientes e outras áreas das empresas de manufatura.

Já estamos presentes na quarta revolução industrial, também chamada de indústria 4.0, muitas vezes mencionada em nosso blog. Com isso, muitas soluções de automação aparecem na rotina de trabalho das fábricas. Porém, é necessário ficar atento aos impactos causados por estes recursos para contar com aquelas soluções digitais que realmente fazem a diferença dentro das empresas.

O que são recursos digitais?

Além de melhorarem a eficiência da rotina de trabalho, as empresas que contam com recursos digitais ganham destaque por apresentarem uma maior flexibilidade diante do mercado. Atualmente, as chamadas fábricas inteligentes se caracterizam por se apoiarem em tecnologias como IoT, inteligência artificial, big data analytics (análise inteligente de dados), entre outras ferramentas.

Dentro destas soluções, está cada vez mais assertiva para o mercado a tecnologia cloud. Com ela, é possível, por exemplo, automatizar e controlar diferentes processos de uma empresa através da internet. Para isso, basta contar com um software de gestão totalmente online. A partir dele será possível fazer todo o controle da fábrica de forma muito mais rápida e prática.

Basicamente, os benefícios de soluções inteligentes e a otimização das cadeias de recursos podem melhorar a eficiência de todos os serviços. Veja os principais impactos causados nas empresas de manufatura:

  • Otimização da integração de processos com a utilização de sistemas inteligentes;
  • Aumento de eficiência operacional na produção de produtos e logísticas, entre outros;
  • Captação e análise de dados mais ágeis e precisos;
  • Melhor aproveitamento de insumos e ferramentas;
  • Redução de gastos de desperdícios;
  • Diminuição de riscos para funcionários (com a programação de manutenções e melhorias na qualidade de equipamentos e máquinas);
  • Identificação mais precisa de gargalos e imprevistos.

Quais são os obstáculos?

Mesmo que toda inovação viabilize solucionar muitos problemas na indústria, muitas empresas ainda se esbarram em obstáculos durante o processo de transformação em fábricas digitais. Isso acontece, por exemplo, na implementação dos recursos e na análise dos dados.

Para que uma tecnologia seja realmente efetiva dentro de uma fábrica, ela precisa ser utilizada de forma correta. Isso não será possível se a maneira como a empresa realiza seus negócios não for conhecida de forma detalhada.

Onde encontrar ajuda?

Como falamos acima, é possível optar por softwares de gerenciamento online, sistemas que se adaptam aos processos da sua empresa, como o W3ERP, referência no segmento.

Veja como este sistema pode acelerar o crescimento das fábricas.

Com um software totalmente adaptável e customizado, você ganhará tempo e não terá mais problema para adaptar a tecnologia a maneira como você conduz o negócio. Com isso, você terá toda a liberdade para controlar os processos da fábrica tomando o conhecimento de todos os dados e informações em tempo real. este é um dos passos mais fundamentais para que sua empresa possa passar pela transformação digital.

Com uma gestão eficiente aliada aos recursos digitais, além de seus resultados começarem a se destacar no mercado, sua empresa aumentará o nível competitivo dentro do mercado em que a mesma atua. Dentro da realidade das novas fábricas inteligentes, quem investe nas tecnologias corretas acabam saindo na frente.

Clique aqui e saiba mais sobre como potencializar o crescimento da sua empresa.