segurança-trabalho

8 coisas que você deveria saber sobre Segurança do Trabalho

As empresas como um todo têm certas responsabilidades com seus colaboradores, principalmente quando o assunto é segurança. De acordo com cada função, o MTE (Ministérios do Trabalho e Emprego) estabeleceu diversos padrões a serem seguidos, inclusive a respeito dos equipamentos de segurança.
A segurança do trabalho pode ser definida como um conjunto de normas e ações que devem ser tomadas no ambiente de trabalho, visando reduzir a probabilidade de acidentes.
As medidas tomadas por empresas para assegurar que a integridade física de seus colaboradores seja preservada, é diretamente relacionada à prevenção de acidentes, evitando que os profissionais sejam expostos a diversos riscos decorrentes de suas respectivas funções, bem como impedir o surgimento de problemas de saúde.

A segurança do trabalho é definida a partir da legislação que é acompanhada pelos institutos responsáveis. As normas são publicadas frequentemente e as empresas devem estar atentas às mudanças, de modo que possam se adaptar a elas em determinado período, e caso não haja a adaptação a elas, há uma punição em forma de multa e até mesmo, em casos mais graves, interdição da empresa. Desta forma, a segurança garante um local de trabalho apto para um bom desempenho das tarefas, tanto para os colaboradores como para os empregadores.

Conheça alguns procedimentos funcionais que a segurança do trabalho defende que sejam realizados nas empresas

Visando preparar os colaboradores para possíveis emergências, é comum que as empresas, com base nas normas de segurança no trabalho, façam algumas simulações e/ou testes que orientam como os colaboradores devem agir em um momento de emergência. Dentre estas simulações, por exemplo, está o plano de abandono. Este teste garante que, caso seja necessário fazer uma evacuação total do prédio, as pessoas presentes no local saibam onde estão as saídas de emergência, assim como equipamentos de emergência (extintores de incêndio, a porta corta fogo, entre outros). Existe uma periodicidade para se executar esses treinamentos e simulações, sempre em acordo com a estrutura do prédio e a presença da equipe de brigada de incêndio e os colaboradores que fazem parte da CIPA.

A CIPA, inclusive, é um projeto que capacita os colaboradores para garantir que, em um momento de sinistro, haja pessoas aptas a colaborar com o socorro dos colegas. Esta forma de treinamento de colaboradores contribui grandemente com as empresas, já que estes profissionais passam por treinamentos diversos, dentre eles, o de primeiros socorros. Do mesmo modelo da CIPA, está o PPRA NR 9, sendo este o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, uma das medidas obrigatórias voltadas ao local de trabalho destes colaboradores, que devem garantir um ambiente próprio para a realização das tarefas diárias³.

Os exames de admissão e demissão são formas de garantir a saúde dos colaboradores

Tanto o atestado demissional quanto o admissional são exames médicos realizados para atestar que os colaboradores possam, respectivamente, sair ou entrar em uma empresa. Este acompanhamento médico é um procedimento que garante a saúde dos colaboradores por todo o seu período de trabalho na empresa. E por isso, é uma das exigências do MTE. O exame demissional protege o colaborador de maneira eficaz e garante que ele esteja saindo da empresa com a mesma situação de saúde que adentrou. Isto é, comprova que este funcionário pôde contar com um local de trabalho seguro e dentro dos padrões estabelecidos pelos órgãos de segurança no trabalho.

A segurança do trabalho, portanto, garante a qualidade de sua produção e bem-estar!

Às vezes, estes procedimentos, assim como normas e exigências, acabam não sendo tão expostas ao profissional. Porém, isto é um direito de todos os trabalhadores. Afinal, estes órgãos de segurança no trabalho estão ao seu lado, garantindo a qualidade de vida pessoal e profissional. Conheça oito coisas que você deveria saber sobre a segurança no trabalho:

  1. A segurança dos colaboradores nos locais de trabalho estão estipuladas por lei;
  2. O não cumprimento de algumas normas pode proporcionar multas e interdição das atividades das empresas;
  3. Os colaboradores têm o dever de fiscalizar se as regras estão sendo seguidas;
  4. Um local de qualidade para a atuação do trabalho não é benefício da empresa, é obrigação;
  5. As normas de segurança no trabalho são desenvolvidas conforme cada meio de trabalho;
  6. Um bom ambiente de trabalho está diretamente ligado à sua saúde e bem-estar;
  7. As normas de segurança no trabalho são publicadas frequentemente;
  8. Os testes e simulações em empresas devem ocorrer a cada 3 meses.

Leave a Comment